14 de abril de 2024 - 05:20

Saúde

20/09/2023 17:33 Eldorado FM

Professora de Vila Rica recebe Homenagem da Assembleia Legislativa por luta contra o câncer

Rodeada de amigos, colegas de profissão e alunos, a professora e moradora de Vila Rica, Mônica Strege recebeu na manhã desta terça feira, dia 19 de setembro, nas dependencias da escola estadual Maria Ester Peres, uma Moção de Aplausos aprovada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso. O pedido da homenagem ocorreu mediante requerimento do Deputado Estadual Dr Eugênio Paiva.

A Moção de Aplausos em favor da professora da rede estadual de educação de Mato Grosso e moradora da cidade de Vila Rica, Mônica Strege foi uma forma de homenagear a professora pela luta que mesma trava contra um tipo de câncer raro, ela também é voluntária Oncoguia, maior entidade não governamental do Brasil na luta contra a doença. Veja no final da materia o video da declaração da professora.

No último dia 02 de agosto ela representou os portadores da doença em um encontro sobre o tema em Brasília, o evento aconteceu no Salão Nobre do Congresso Nacional, Vale lembrar que o mês de Agosto é dedicado para conscientizar a população sobre a prevenção do câncer de pulmão, tipo de câncer que mais mata em todo o mundo. O cenário do câncer de pulmão no Brasil é preocupante. Os números mostram que a atenção aos pacientes está longe do ideal.

Para o deputado Dr Eugênio Paiva, que é médico, a persistência de luta contra a doença demonstrada por Mônica Strege é um exemplo que deve ser seguido por todos, e a homenagem dedicada a ela é algo mais do que justo para pessoas que estão diretamente envolvidas nesta luta. De acordo com o parlamentar, o câncer de pulmão é o tumor mais letal da América Latina, e só no Brasil, a doença mata mais de 28 mil pessoas por ano e gera quase 30 mil novos casos por ano, o que faz dela um dos cânceres mais incidentes, além de fatal.

Identificado tardiamente em 85% dos pacientes na América Latina, a doença passa a ter poucas chances de cura nesses casos, com sobrevida em cinco anos em torno de 18%. O grande desafio é ampliar o diagnóstico precoce, pois quando o tumor é identificado em estágio inicial, a taxa de sobrevida em cinco anos sobe significativamente, alcançando 56%.

Ao comentar sobre a homenagem recebida, a professora Mônica Strege Médici disse foi diagnosticada com tipo raro de câncer de pulmão em 2021, e que o apoio recebido a cada dia fazem sua luta ser mais constante mostrando que nunca é tarde pra se construir para se superar, mesmo sentindo saudade da família que fica no interior enquanto ela prossegue com os tratamentos em Goiânia 

Depois que descobriu a doença, a professora se tornou voluntária do Oncoguia e criou uma página https://www.instagram.com/esobrevida onde  ela traz informações acerca da doença e seu olhar sobre a vida.  Ela também lembrou a importancia de todos no combate a doença "Ajude salvar vidas. Informe-se, busque informações concretas e espalhe informações de qualidade”.


Plantão

(66)98408-0740

Copyright  - O Interior News - Todos os direitos reservados